sexta-feira, 12 de junho de 2009

Andarilho da Ilha em Canoa Quebrada














Muitos dos lugares visitados pelo Andarilho da Ilha são guardados na memória pela sua beleza natural, ou pelas belas obras criadas pelo homem.
Mas nessa viagem, a Canoa Quebrada no Ceará, foi diferente. O que marcou foram as pessoas que ali moram.
Além das belezas naturais que são muitas, os moradores de Canoa Quebrada, e principalmente as crianças, mostraram para nós um grande amor pela vida, pela simplicidade e pelo próximo!
As pessoas andam pela rua e fazem questão de dizer "boa noite", e toda vez que nos encontravam paravam para conversar um pouco, como se fossemos amigos a muito tempo.

Chegamos a Fortaleza de tarde, e nosso amigo Davis, foi nos buscar para mostrar um pouco da cidade e dos lugares para se hospedar. Mas alguma coisa me dizia que tinhamos que ir a Canoa Quebrada, quando fomos a Praia do Futuro, e estávamos entre os amigos locais do Davis, todo mundo abria um sorrisão quando agente falava sobre Canoa Quebrada.
Decidimos ficar somente a primeira noite em Fortaleza, acordar cedo e ir para Canoa Quebrada de ônibus.
Pegamos uma pousada bem simples, perto da rodoviária no Montese Star, e pagamos R$35 por pessoa com café da manhã.
Acordamos e fomos a rodoviária de taxi, pagamos R$ 15,00.

Enfim Canoa Quebrada, chegamos por volta de 13:00hs, por que fomos pela empresa Guanabara que entra em todas as cidadezinhas do caminho. A empresa que faz direto se chama São Benedito, mas só vai até Aracati, que fica a 8 km de Canoa, onde tem vans a toda hora para Canoa que custa R$2,00.
Fomos andando pela Broadway, rua principal de Canoa e já apareceu o Jackson, um guia local bem gente boa que nos ofereceu ajuda, eu perguntei onde era a Pousada Europa que eu tinha pesquisado na Internet, mas chegando lá era bem simples mesmo, a ponto de ver os raios do sol entrando no quarto pelas telhas, ou seja, se chovesse era a água que entraria no quarto.
Então ele nos levou na Pousada Oceanic, de frente para o mar, R$27,50 a diária com um café da manhã excelente.
Na falésia em frente ao Oceânic conhecemos o Aladim, que tem a mãe nativa e o pai francês e foi campeão cearense de Kitesurf em 2006. Ele mora naquela casa "rasta" das fotos e é muito gente boa.
Aladim ensina Kitesurf para as crianças moradoras de Canoa, que quando chega o vento vão todos para praia para ajudar as pessoas de fora e também para velejar com o equipamento de Aladim ou emprestado.
Anderson é outro praticante de kite de Canoa, que é sócio de uma pousada e
também é muito gente boa.
Passamos oito dias muito agradáveis em companhia dessas pessoas, e nos dias sem vento caminhamos por toda praia de Leste a Oeste. As nossas intenções de ir para Cumbuco ou outra praia do Ceará ficaram para próxima vez, foi difícil sair de Canoa.
A noite é agitadíssima o ano todo, na Broadway tem o Bar do Reggae, a Swinguêra, o Caverna, o Todo Mundo, todos de graça, e tem opções para todos os gostos!
E para fechar a viagem com chave de ouro fomos ao Luau da Freedom, uma barraca que fica na praia e róla reggae da melhor qualidade até o sol nascer, onde turistas e locais dançam até amanhecer ao som do reggae na maior harmonia e paz de espírito!

quinta-feira, 11 de junho de 2009

O Significado da Vida por Rober Happé

Robert Happé nasceu em Amsterdã, Holanda. Estudou religiões e filosofias na Europa e dedicou-se desde então a descobrir o significado da vida. Estudou também Vedanta, Budismo e Taoísmo no Oriente durante 14 anos, tendo vivido e trabalhado com nativos de diferentes culturas de cada região onde esteve - Índia, Tibet, Camboja e Taiwan.

Em seu retorno à Europa, sentiu necessidade de compartilhar o conhecimento adquirido e suas experiências de consciência. A partir daí, trabalhou em várias universidades, e tem trabalhado continuamente com grupos de pessoas interessadas em autoconhecimento e desenvolvimento de seus próprios potenciais como seres criadores.

Desde 1987 vem compartilhando informações em forma de seminários e workshops em países da Europa, na África do Sul, nos EUA, na Austrália, e no Brasil.

Seu trabalho é independente, estando desvinculado, sob todo e qualquer aspecto, de organizações religiosas, seitas, cultos e outros grupos.

Nessa entrevista, Robert explica sabiamente o Sentido da Vida e a solução para um mundo melhor no nosso planeta.

O Andarilho da Ilha está repassando essa informação tão importante. Esperamos que gostem.
video

Pesquisar este blog