sábado, 30 de outubro de 2010

Bonito, Mato Grosso do Sul


A partir de Campo Grande, MS, seguimos de ônibus para cidade de Bonito. A viagem durou 5 horas de ônibus. São uns 280 km de estradas muito bem conservadas.

Bonito é impraticável sem um meio de locomoção. Os passeios são distantes, impossível de ir a pé e as taxas de transporte também nao compensam. O negócio é alugar um carro ou uma moto.

Não há locadores de carros em bonito, somente de moto. Melhor reservar antes pois deixamos para alugar na hora de nao tinham carros disponíveis. O jeito foi pegar o bumba e tentar a sorte com uma moto na cidade.

Quem espera ver uma natureza exuberante vai de decepcionar. A região toda, você já vai vendo no avião, é um grande e gigantesco pasto para gado. Me intriga saber porque o ser humano nao é capaz de deixar alguma coisa de pé.
Derrubou todas árvores possíveis. Impressiona a quantidade de cupins no pasto. Segundo informações locais, significa terra degradada, pobre, além do que os cupins alteram a acidez do solo deixando ainda mais pobre de nutrientes.

Bonito é um lugar para caminhadas na mata, trilhas, e mergulho livre nos rios. Um turismo de contemplação, não espere grandes aventuras. Há não ser a descida da Boca da Onça que não tive oportunidade de experimentar.

Contudo, as fazendas estão entendendo que a preservação é a solução e já conseguem viabilizar seus sustentos através da preservação e turismo controlado. Realmente os passeios são meio caros, porém se avaliarmos a infra estrutura,a disposição e a necessidade de um turismo sustentável, tudo tem seu preço. Vale a pena, e o trabalho das fazendas precisam de mais apoio. Os preços são todos tabelados, podem ser comprados em qualquer agencia ou pousada e podem ser acessados no site http://www.portalbonito.com.br/turismo/passeios.asp

Algumas fazendas de Bonito estão separando áreas de 10 a 30% aproximadamente para reflorestamento. Ganham um benefício irrisório do governo. Falando nisso:
-O nosso governo, precisa apoiar mais as iniciativas de preservação nas fazendas da região do Mato Grosso do Sul.

Com essas iniciativas a cidade promete prosperidade. Está crescendo a olhos vistos e o reflorestamento daqui alguns anos vai trazer bons resultados para devolver a natureza aquilo que tiramos.

Ficamos na pousada Gira Sol, um local bem agradável próximo ao centro. No primeiro dia fomos visitar o Aquário Natural. Ao longo do percurso sempre é possível avistar muitos passaros e pequenos animais.



O lugar é incrível, a água muito transparente e a sensação é que você mergulhou num aquário.

Peixes enormes vem curiosos em sua direção, e você consegue ver peixes pequenos de aquário como o "mato-grosso" e cardumes de piraputanga, pacú e dourados.


No segundo dia fomos para o incrível Buraco das Araras. Conforme informações do guia, as araras haviam praticamente sido extintas e num processo de restauração hoje existem aproximadamente 30 casais que se mantem juntos e fieis pelos seus 80 anos de vida.




Parabéns pelo trabalho desta fazenda, foi uma das mais organizadas e preocupadas com o meio ambiente das que eu visitei.

Próximo ao Buraco das Araras, fomos fazer mais um mergulho agora no Rio da Prata. Outro passeio clássico de Bonito e outro aquário natural para mergulho livre. Esse foi o melhor na minha opinião pela quantidade de dourados e pela distância percorrida no passeio. Valeu muito a pena.



Terceiro dia ficamos de molho por causa da chuva e fizemos um rápido passeio a cavalo. Passeio leve no meio do pasto de uma fazenda que ta começando a replantar.


Quarto dia tinhamos marcado a Gruta Azul, porém ela sempre interdita quando chove devido ao caminho de difícil acesso. Visitamos a gruta São Miguel, um lugar também muito bonito.




Nesse trajeto foi possível avistar um enorme tamamduá bandeira, um jacaré de papo amarelo e um pequeno veado.

A boa dica para avistar animais é acordar cedo. Quanto mais cedo melhor. Além disso fomos informados que nesta época, inicio de primavera, os animais estão mais recolhidos, pois estão prestes a ganhar cria ou cuidando delas. Os peixes também se preparam para a "piracema", vão se juntando em cardumes e sobem o rio para procriar.



7 comentários:

Carla e Élio disse...

Legal! Em breve estarei curtindo as belezas de Bonito... Obrigada por compartilhar!
Bjs e boas viagens!
Carla
www.expedicaoandandoporai.blogspot.com

Andarilho da Ilha disse...

Oi Carla!
Temos certeza que você vai adorar!
Bjs, e boas caminhadas por aí!

Anônimo disse...

Celso, show de bola as fotos! Abs Léo e Raquel

oscaminhantes disse...

Lindas fotos,como sempre!!!
Não conhecemos Bonito ainda, pelo post vale a pena mesmo, não?
Um grande abraço!!
Marcia,João e Júlia
Os caminhantes

Andarilho da Ilha disse...

Nossos amigos Caminhantes!!! hehehe
Apesar de Bonito não ser um roteiro barato, o mergulho livre vale muito a pena!
Para um mochilão mais barato por aqueles lados, também há a opção das cidades vizinhas. Porque o rio é o mesmo, mas os preços são mais em conta! É bom dar uma pesquisada!
Abraços a todos!

Dani disse...

Que lindo os peixes, macaquinhos ohh Esse ano fui pra Porto de Galinhas, muuuito bom! Uma dica de viagem tbm hehe ;)

Andarilho da Ilha disse...

Oi Dani!
Obrigado por comentar!
Porto de Galinhas é um dos lugares mais bonitos do Brasil!
Vale a pena mesmo!
Abraços!

Pesquisar este blog