domingo, 22 de agosto de 2010

Andarilho da Ilha no Morro do Campo dos Padres - SC


















O Morro dos Padres faz a divisa dos municípios de Bom Retiro, Urubici e Grão Pará, está entre as regiões mais altas do estado com 1790 metros de altitude.
Lá em cima nasce o rio Canoas, o rio que após desaguar no rio Pelotas forma o rio Uruguai.
Moradores da região contam que os jesuítas estavam fugindo por aquelas carreras no século dezoito e esconderam grandes quantidades de peças em ouro por lá, e que esse tesouro nunca foi encontrado.
A trilha para chegar ao topo, está localizada dentro de uma fazenda, portanto só é possível o acesso, se alguma pessoa que conheça o proprietário peça uma autorização para abrir a porteira. No nosso caso foi o Juliano que conhece muito bem a região e foi o nosso guia nessa aventura.
É praticamente impossível caminhar pela região sem um guia local, porque em grande parte do caminho a trilha está totalmente fechada e em outros trechos a caminhada se faz por um banhado, com trechos que o pé inteiro fica dentro dágua, o que torna esse trekking bem duro.
Nosso grupo que totalizava vinte e quatro pessoas chegou na área de acampamento selvagem em três horas e meia de caminhada, e montamos as barracas para fazer o pernoite lá no topo e atacar o topo do Lageado logo cedo no dia seguinte.
As sete horas da noite o termômetro marcava oito graus e devido a queda brusca da temperatura e do vento na madrugada nós calculamos que fez zero graus antes de amanhecer.
No dia seguinte o sol deu o ar da sua graça mais uma vez e depois do café da manhã subimos ao topo do Lageado para ter uma linda vista de trezentos e sessenta graus de toda a região.
Voltamos para levantar o acampamento e fazermos a descida com aquela sensação indescritível de ter alcançado mais um topo de montanha.
Em breve a matéria em video aqui.

13 comentários:

Julius (Parente) disse...

Parabéns, novos amigos
Alexandre e Celso!
Muito legais as fotos e o texto.
Espero terem gostado das montanhas de Alfredo Wagner.
Abraço,
Juliano Wagner

Andarilho da Ilha disse...

Grande amigo Juliano!
Muito obrigado por comentar!
E qualquer aventura por aí é só chamar!
Abraço!

Beatriz disse...

Olá,
Adoro essas caminhadas....É simplesmente fantástico estar num lugar desses!!!
Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

Andarilho da Ilha disse...

Oi Bia!
Obrigado pelo comentário!
Seu blog tem fotos lindas! Parabéns!
Abraço!

Evandro de Meireles disse...

Parabéns pela grande aventura. As suas fotos ficaram ótimas. Conheço esta região e sou apaixonada por ela. Abraços a todos da expedição. EVANDRO

Andarilho da Ilha disse...

Muito obrigado Evandro!
Eh realmente um lugar maravilhoso!
Abraco e boas aventuras!

Guilherme disse...

Dai galera, show de bola o blog, eu sou um dos karas que chegaram a noite lá no acampamento...hehehehe
grande abraço a todos!

Andarilho da Ilha disse...

Grande Guilherme!
Então você está na cena da foto oficial!
hehehehehe
Essa trip foi muito boa!
Abraços!

Glauco disse...

É um lugar que ainda quero conhecer, passeio pela região só de carro, sem trekking e acampamento.
Engraçado é que na trilha do Monte Crista, os moradores locais também dizem que os jesuítas esconderam ouro.
Creio que devem ter deixado todo o outro para trás, e cruzaram esses lugares somente à passeio hehehe.
Lindas fotos, abraços!

Andarilho da Ilha disse...

É Glauco!
Vale muito a pena fazer esse passeio!
E sobre a história do ouro, acreditamos muito na voz do povo, portanto se todos dizem, alguma coisa do tipo aconteceu por lá!
Obrigado pelo comentário!
Abraços!

Alex Wisnieski disse...

Muito show o lugar.
Como fizeram para o acesso? Via agência? Qual?

Alex Wisnieski disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andarilho da Ilha disse...

Oi Alex!
Esse acampamento fizemos com um grupo daqui de Floripa que conhece o Julius - que mora em Alfredo Wagner - e foi nosso guia para fazer a caminhada.
Que eu saiba ainda não há agencias de aventura que fazem essa rota.
Abraços!
Obrigado por comentar!

Pesquisar este blog